OPAS / OMS garante apoio na certificação de novas cidades amigas dos idosos

Em reunião na OMS, Leandre (PV-PR) debateu a entrega do certificado aos novos municípios paranaenses aceitos na rede mundial de Cidades Amigáveis às Pessoas Idosas.


Em Brasília, nesta segunda-feira (01), a deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) esteve na sede da da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para uma reunião sobre a entrega dos certificados aos 11 municípios paranaenses que foram aceitos na rede mundial de Cidades Amigáveis às Pessoas Idosas.

Todo o processo de certificação destes municípios teve o acompanhamento do mandato da deputada Leandre, tendo como base um modelo inovador, testado e aprovado no município de Pato Branco, que foi o primeiro do Paraná a receber o certificado de Cidade Amiga da Pessoa Idosa, em 2018.

Participaram da reunião com a deputada a representante da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde no Brasil, dra. Socorro Gross, e Lely Guzmán, coordenadora de Família, Gênero e Curso de Vida do escritório da OPAS/OMS no Brasil.

Estamos organizando o momento de entrega dos certificados a estes novos municípios que foram aceitos na rede. A OPAS e a OMS também nos garantiram total apoio na busca da certificação de novas cidades, ao longo deste ano de 2021.

Leandre, deputada federal pelo PV – PR.

“Cada vez mais se mostra imprescindível as cidades se prepararem para acolher as pessoas na medida que elas envelhecem. Com a pandemia, ficaram evidentes as fragilidades relacionadas ao envelhecimento populacional e os enormes desafios que temos pela frente”, acrescentou Leandre.

Comissão Externa

Outros dois assuntos também foram debatidos durante a reunião: a instalação de uma comissão especial, na Câmara dos Deputados, para acompanhar as ações de promoção do envelhecimento saudável nos próximos 10 anos. E o projeto de lei que cria, no Brasil, uma Política Nacional do Cuidado. Leandre é a autora tanto do requerimento que cria a comissão quanto do Projeto de Lei 5.791/2019.

A dra. Socorro elogiou a iniciativa da deputada em criar a comissão. E afirmou que tanto a OPAS quanto a OMS vão participar, integralmente, dos trabalhos no colegiado. Ela acredita que o Brasil é o primeiro do Mundo a criar uma comissão parlamentar de acompanhamento da Década de Envelhecimento Saudável. Segundo ela, esta ação pode, inclusive, inspirar outras nações.

Sem dúvidas, as questões relacionadas a um envelhecimento saudável passam por uma política nacional de cuidado. Apresentei, ainda em 2019, uma proposta de lei que trata do tema e temos todo o apoio da OPAS / OMS.”

FONTE: Assessoria de Imprensa da Deputada Federal Leandre.