Leandre pede unidade de informações sobre a Covid-19 ao Ministério da Saúde

Deputada paranaense fez um relato emocionado, reforçando a situação dramática do combate à pandemia no Estado do Paraná.


A deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) fez um pronunciamento, nesta semana, na Comissão externa da Câmara dos Deputados destinada a acompanhar o enfrentamento à pandemia da Covid-19, solicitando unidade de informações e uma comunicação unificada por parte do Ministério da Saúde. Ela também fez um registro da situação crítica do Estado do Paraná no enfrentamento à pandemia.

Embora o trabalho da Comissão não tenha parado, esta foi a primeira reunião de retomada dos trabalhos da comissão, oficialmente. As reuniões oficiais estavam suspensas por conta do Ato da Mesa 118/20, visando prevenir a infecção e a propagação do Covid-19. E já no primeiro dia, Leandre aproveitou para relatar a necessidade de socorro do Governo Federal ao Estado do Paraná. E também criticou a falta de coordenação nacional por parte do Governo Federal.

Leandre reforçou a situação dramática do sistema de Saúde do Estado do Paraná, com ênfase para o número de pessoas na espera de leitos de enfermarias e UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

“O Paraná tem investido muito. O Governo do Estado e os municípios têm se desdobrado para aumentar a estrutura. Mas nós chegamos no limite. O Paraná não tem mais possibilidades se não tiver um socorro. Temos mais de 700 pessoas aguardando internamento. O Paraná dobrou o número de leitos de UTI para Covid. Infelizmente, nós tivemos uma suspensão de pagamentos por parte da União. Nós temos, hoje, um pedido de mais de 250 respiradores, onde unidades estão sendo reestruturadas para poder dar vazão a essa grande demanda”, discorreu a deputada federal.

O Brasil registrou na quarta-feira (03) 1.840 mortes, segundo dados apurados pelo consórcio de veículos de comunicação, batendo pelo segundo dia seguido o recorde de vítimas fatais.

“Infelizmente, enquanto eu falo com vocês, meu telefone borbulha de mensagens com relatos de pessoas morrendo nas ambulâncias e nas filas de espera dos hospitais. E nós não temos equipe. Então eu queria fazer um apelo a todos vocês: precisamos de uma unidade, de uma comunicação única, de um esforço coletivo. Precisamos do entendimento do governo federal para que os estados e municípios possam seguir recomendações. Precisamos falar a mesma língua. Porque o contrário tem custado a vida de milhares de pessoas”, desabafou Leandre.

Como encaminhamento, Leandre solicitou duas providências à comissão: verificar a situação das vacinas em fase de produção no Brasil. Dados da produção diária e os problemas enfrentados. E, por último, mas não menos importante, a presença rotineira de representantes do Ministério da Saúde na reunião do colegiado, munidos de dados atualizados sobre o enfrentamento à Covid-19 no Brasil.

Tudo pode esperar. As críticas podem esperar. Mas a vida das pessoas não pode esperar.

Leandre Dal Ponte, deputada federal.

Assista ao pronunciamento completo:

FONTE: Deputada Federal Leandre