Entrega de mais de 60 veículos reforça área de segurança do Estado

Caminhões, vans, micro-ônibus e automóveis vão reforçar a frota das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Departamento Penitenciário. A meta é chegar em 2022 com 80% da frota renovada. O investimento do Governo do Estado é de R$13,4 milhões.


O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta terça-feira (08), em ato simbólico no Palácio Iguaçu, 60 novos veículos que vão encorpar a frota das polícias (Militar e Civil), do Corpo de Bombeiro e do Departamento Penitenciário. A meta é chegar a 2022 com 80% da frota renovada.

Os caminhões, vans, micro-ônibus e carros serão destinados para patrulhamento, combate a incêndios e auxílio nos trabalhos administrativos em diversas regiões do Estado. O investimento foi de R$ 13.409.911,00.

Ao todo, apenas neste ano, 816 novas viaturas foram incorporadas à frota, já incluindo a entrega desta terça-feira, totalizando R$ 126,1 milhões de investimentos.

“Uma polícia bem treinada e bem equipada representa mais segurança para a população. Essas viaturas serão utilizadas para proteger o povo paranaense”, destacou Ratinho Junior.

Segundo o secretário de Estado da Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares, os veículos ajudarão a intensificar ações de patrulhamento em andamento, os chamados programas estratégicos do Governo do Estado. Entre eles, estão o policiamento das cidades em virtude das celebrações de fim de ano, operações conjuntas para cumprimento das medidas de controle de circulação do novo coronavírus e a operação de segurança na temporada de verão 2020/2021, prevista para começar neste mês no Litoral.

“A proposta, até o final desta gestão, é renovar 80% da frota. A ação é fruto de um planejamento que está se consolidando neste ano e que inclui também a aquisição de novos armamentos e contratação de pessoal”, afirmou o secretário. “Temos que proporcionar às forças de segurança as ferramentas adequadas para uso no seu trabalho”.

PM e Bombeiros

A Polícia Militar recebeu 25 vans do modelo Renault Master, um investimento de cerca de R$ 2,7 milhões. Esses veículos serão destinados para Curitiba, Jacarezinho, Londrina, Cornélio Procópio, Maringá, Paranavaí, Campo Mourão, Ponta Grossa, Guarapuava, Telêmaco Borba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Paranaguá, São José dos Pinhais e Colombo.

Outros 15 micro-ônibus rodoviários, avaliados em R$ 6,6 milhões, também foram destinados à PM. Eles serão distribuídos para os comandos de Curitiba, Londrina, Pato Branco, Ivaiporã, Arapongas, Cianorte, Guarapuava, Irati, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão e Paranaguá. Todas as viaturas foram compradas com recursos do Fundo de Reequipamento do Trânsito (Funrestran), originados de multas e infrações de trânsito.

“Essas viaturas serão usadas para transporte de tropa e também de carga. É uma demanda necessária que aguardávamos há algum tempo. Principalmente agora, no final do ano, é essencial ter meios para o deslocamento das tropas para as operações especiais de Natal e na temporada de verão”, destacou o subcomandante-geral da Polícia Militar, Coronel Hudson Teixeira.

O Corpo de Bombeiros terá três novos caminhões, num investimento de R$ 2,7 milhões. Eles serão destinados para três unidades: Toledo, São Mateus do Sul e Pinhais.

“São 52 caminhões adquiridos desde o ano passado. Conseguimos colocar carros mais novos, atualizados, em 50% dos quartéis de Corpo de Bombeiros do Estado”, afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, Coronel Samuel Prestes. “É o Estado devolvendo à sociedade, com investimentos, o dinheiro pago em impostos”.

Polícia Civil

Para a Polícia Civil foram destinados sete carros, todos do modelo Citroën C4 Lounge, o que totaliza investimento de R$ 538,3 mil. Os veículos foram adquiridos com recurso da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

Luiz Roberto Beggiora, secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, ressaltou que o órgão implementou um novo sistema de atuação, alienando bens retirados do crime organizado para serem usados em políticas públicas, especialmente contra as drogas. Segundo ele, o Paraná já recebeu 52 viaturas. Outras 21 estão em fase de aquisição e serão destinadas para ampliar a fiscalização da região das fronteiras do País com Paraguai e Argentina.

“O Paraná é referência nacional nesta questão de reaparelhamento da polícia. Mas precisa de apoio do Ministério da Justiça por causa desse corredor da droga que vem de outros países”, disse.

O delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach, destacou que os veículos serão usados na Polícia Civil para reforçar as atividades investigativas. “É o último lote que chegou este ano e é um reforço extremamente importante que está dentro do planejamento que foi feito. É uma estrutura básica da qual depende a Polícia Civil para melhorar ainda mais as atividades de investigação no Paraná inteiro”, destacou.

DEPEN

O Departamento Penitenciário (Depen-PR) recebeu o investimento de R$ 769 mil em dez Citroën C4 Lounge. As novas viaturas vão auxiliar os trabalhos administrativos e serão destinadas a Curitiba (2), Ponta Grossa, Guarapuava, Londrina, Foz do Iguaçu, Cascavel, Cruzeiro do Oeste, Francisco Beltrão e Maringá. 

“Esses veículos vão melhorar muito a estrutura de atendimento. É algo impressionante o investimento que está sendo feito na parte estrutural do Departamento Penitenciário por este Governo”, afirmou o diretor do Depen-PR, Francisco Caricati. 

De acordo com ele, o Paraná vai abrir nos próximos anos entre 7 mil e 8 mil vagas no sistema, o que torna a estruturação ainda mais relevante. “É um projeto ambicioso. Vamos aumentar em 50% a nossa a estrutura”, disse.

Presenças

Participaram do evento o deputado estadual Delegado Recalcatti; o tenente-coronel Gerson Gross, subcomandante da Academia Policial Militar do Guatupê; além de policiais militares e civis.

FONTE: Agência de Notícias do Paraná.