Telefone

(41) 3232-9333

E-mail

[email protected]

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 09h às 17h

A comissão foi criada por indicação da deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) e já conta com pelo menos 14 deputados; Década do Envelhecimento Saudável foi declarada pela OMS.

Por indicação da deputada Leandre (PV-PR), a Câmara dos Deputados vai criar uma comissão externa para acompanhar e debater políticas públicas voltadas ao envelhecimento saudável, alinhada às diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), durante a Década do Envelhecimento Saudável (2020 – 2030).

A criação da comissão foi garantida em um ato do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, no dia 27 de novembro. O ato da presidência enfatiza que a comissão externa não terá nenhum ônus para a Casa. Ao menos, 14 deputados já fazem partem da nova comissão.

De acordo com a proponente, a década do Envelhecimento Saudável 2020-2030 é a principal estratégia para alcançar esse objetivo, com base na Estratégia Global da OMS sobre Envelhecimento e Saúde, no Plano de Ação Internacional das Nações Unidas para o Envelhecimento e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda das Nações Unidas 2030.

Nesta semana, Leandre participou de uma reunião virtual com o secretário Nacional da Pessoa Idosa, Antônio Costa, representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), e deputadas federais para debater a criação da comissão externa da década do envelhecimento.

“O Brasil envelhece muito rapidamente. Costuma dizer que, em breve, no Brasil, nós teremos mais avós e avôs do que netinhos. Então, precisamos pensar e desenvolver políticas públicas para preparar o nosso País para receber a população brasileira, que envelhece rápido. E conscientizar os brasileiros para um envelhecimento saudável. Por isso, a OMS criou a Década do Envelhecimento. E esta comissão terá a função de caminhar de mãos dadas com a organização internacional”.

FONTE: Assessoria de Imprensa da Deputada Federal Leandre.

Artigos recomendados